Na contramão da inflação, material de construção está mais barato

27 de agosto de 2015   |   
Materiais de Construção, Notícias

Vários preços estão na contramão da inflação. Quem está precisando fazer aquela reforma em casa, a hora é agora. O material de construção está mais barato e a concorrência está fazendo de tudo para ganhar o cliente.

O primeiro semestre foi muito duro para o setor da construção civil. Construtoras demitiram, pararam as obras. A queda nas vendas de concreto, por exemplo, foi grande. O resultado: fabricantes, fornecedores diminuíram a margem de lucro, passaram a oferecer promoções e os preços de vários materiais de construção ficaram abaixo da inflação.

Desde o começo do ano, está sobrando material nas lojas, porque a construção civil entrou em ritmo lento em todo o país. A boa notícia é que isso já provocou queda nos preços de muitos produtos. “Tinta realmente eu percebi que eu comprei por um preço e dali a dois meses eu consegui comprar por um preço menor”, conta o representante comercial Alex de Sousa.

Lerita de Mendonça vai trocar o piso de casa. Ainda está na fase de pesquisa de preços, mas já ouviu uma proposta interessante de uma vendedora. “Ela falou: ‘Olha, de preferência se você tirar uma foto ou até mesmo anotar e trazer para mim que você encontrou um produto da mesma marca ou semelhante com valor mais baixo, você traz que eu cubro o preço’”, diz a professora.

Cimento, aço, tubos e até itens de acabamento estão com preços mais atrativos. Entre janeiro e julho, eles subiram 4,26%, abaixo da inflação. Em 12 meses, a diferença é ainda maior: os materiais subiram 5,9%, enquanto a inflação ficou em 9,5%.

A Associação Brasileira da Construção Civil diz que essa defasagem de preços preocupa o setor, que deve fechar o ano no vermelho. “Nós tivemos uma queda muito grande nas vendas desde 2014 e agora continuando em 2015. Até julho nós estávamos com uma queda de quase 10% nas vendas”, explica o presidente da Abramat, Valter Cover.

Para quem estava pretendendo fazer uma obra e tem um dinheirinho guardado, a hora é essa. Para se desfazer dos estoques que estão em alta já tem muita loja de material de construção entrando na temporada de promoções e descontos. O Sergio Garcia já tirou proveito.

Depois de construir a casa, ele ainda queria fazer alguns ajustes. Mas parou a obra há pouco mais de dois anos porque estava tudo muito caro. Agora resolveu fazer o que faltava.

“Como eu estava já com o dinheiro da mão de obra disponível, eu fui fazer um levantamento de preço e me animei em dar continuidade à obra. Eu negociei, consegui um desconto razoável de aproximadamente 12%, mesmo financiando, e financiei isso em dez vezes no cartão de crédito”, diz o gerente de recursos humanos.

É só dar uma circulada nas lojas que a gente encontra mesmo algumas promoções. Mas não dá para sair comprando só por causa dos descontos. O professor de economia José Matias Pereira lembra que é muito importante se organizar para encarar uma obra.

“É preciso efetivamente ter um planejamento muito bem feito. E olhando para o contexto do conjunto onde você vai fazer esse investimento. Porque se você não tiver isso de maneira muito clara, é melhor parar e pensar duas vezes”, explica.

O perigo é se endividar. Na hora de vender, as lojas têm oferecido de cara 10% de desconto, mas a dica é não aceitar a oferta, fazer pesquisa e tentar redução maior no orçamento e parcelas fixas sem juros.

Fonte: Portal G1

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *