A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT), entidade representante da indústria informa que, em dezembro, a indústria de materiais apresentou queda de 11,2% com relação a novembro e de 3,4% com relação a dezembro de 2011. Com isso, o ano de 2012 fecha com um fraco aumento de 1,4% comparado a 2011. A estimativa no inicio de 2012 era de um crescimento de 4,5%.

“Dezembro foi um mês surpreendentemente fraco de vendas da indústria de materiais, possivelmente em função da venda de estoques mantidos pelo comércio, pela baixa atividade no setor imobiliário e continuidade do baixo volume de obras na infraestrutura”, explica Walter Cover, presidente da ABRAMAT.

O executivo também informa que espera uma recuperação das vendas em 2013 por um conjunto de fatores favoráveis.

O varejo deve manter um crescimento vigoroso em função da permanência das condições positivas de renda, emprego e crédito. As obras relacionadas aos programas de concessão de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos devem dar resultados a partir do segundo semestre e as obras da Copa do Mundo deverão ter um ritmo mais intenso em 2013.

Já o setor imobiliário deve ter um desempenho um pouco melhor que em 2012. Para a recuperação esperada, será fundamental o governo intensificar as desonerações do setor e manter a política de juros baixos, câmbio realista e redução nos custos de energia e de gás.

O nível de emprego de dezembro em relação ao mesmo mês do ano anterior teve queda de 0,6%.

Fonte: Canal Executivo – Portal UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *