Vendas de material de construção crescem 3% em novembro

4 de dezembro de 2013   |   
Materiais de Construção, Notícias

A Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco) divulgou ontem, 3 de dezembro, os resultados do estudo mensal sobre as vendas no setor de material de construção, que registrou um crescimento de 3% no volume de vendas em novembro, com relação a outubro. A pesquisa Tracking Mensal foi realizada com 530 revendedores das cinco regiões do Brasil.

Na comparação novembro de 2013 sobre novembro de 2012, o desempenho foi de 4,5%. Já nos últimos 12 meses, o índice chega a 4,8% .

– O mês de dezembro não deve ser um mês forte de vendas, principalmente por conta das festas de fim de ano. Quem quer reformar a casa para receber a família, faz isso até a primeira quinzena do mês. Depois disso, é normal as vendas diminuírem nessa época de festas. Mas, ainda que tenhamos queda de vendas em dezembro, está praticamente garantido que o setor terá um crescimento de 4% a 4,5% no ano de 2013 – declara Cláudio Conz, presidente da Anamaco.

Os segmentos com maior incremento de vendas no mês de novembro foram os de acabamentos, como tintas, metais sanitários, iluminação e revestimentos cerâmicos. Outros praticamente não tiveram variação, caso de aço, cimento, caixas d’água e telhas de fibrocimento, ferragens e louças sanitárias.

No detalhamento por regiões, o Nordeste destacou-se de forma geral, com 47% dos lojistas registrando aumento de vendas, seguido pelo Norte (34%), Sul (31%), Sudeste (28%) e Centro-oeste (20%).

Ao contrário do que foi registrado em outubro, em novembro as lojas de grande porte apresentaram maior variação positiva nas vendas do que os pequenos estabelecimentos. O estudo também indicou que cerca de 50% dos lojistas tem a pretensão de realizar investimentos nos próximos 12 meses.

Para o presidente da Anamaco, as expectativas para 2014 continuam sendo muito positivas.

– Se tudo sair como o planejado, o setor deve crescer 6% no primeiro semestre e 8% no segundo, fechando 2014 com um desempenho 7,2% superior a 2013. O comércio deve ter menos dias para trabalhar, em função dos jogos da Copa do Mundo e das eleições, mas os números indicam que estamos no caminho certo e que teremos um ano de muito trabalho pela frente – finaliza Conz.

Fonte: Monitor Mercantil

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *